atendimentos

BEM-VINDOS!

Orientações, consultas, partilhas e atendimentos: via skype ou presencial.

Para marcar um horário, escrevam para o email fernanda.manzoli@gmail.com

" Todos os tipos de relacionamentos proporcionam transformação, tomada de consciência e crescimento pessoal e espiritual "

Espero você para este sagrado encontro!!

Somos todos UM!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Os Novos Chacras

OS NOVOS CHACRAS

Nosso sistema de chacras também está sofrendo uma poderosa transformação. Depois de gastar muito tempo descobrindo, limpando e ativando nossos Sete, e algumas vezes oito, chacras de quando estávamos ancorados no Modelo da Dualidade, agora estamos descobrindo que os próprios chacras estão mudando drasticamente.



Isto porque nosso velho sistema de chacras estava formulado para nossa passagem através da velha espiral.



Lembrem-se: estamos nos movendo para um mapa inteiramente novo. Por isso nos está sendo dado um sistema de chacras totalmente diferente para trabalharmos.



Enquanto nos movemos nas correntes sutis do Modelo da Unidade, nos tomaremos incrivelmente cientes de que nossos chacras estão se transformando num novo modelo. Eis alguns fragmentos deste mapa:



O LÓTUS: PRIMEIRO, SEGUNDO E TERCEIRO

CHACRAS





A primeira mudança é discernível na área de nosso Primeiro, Segundo e Terceiro Chacras. Eles não mais existem em suas formas prévias, mas unidos em um Chacra. O lótus de mil pétalas de nosso antigo Chacra Coronário torna-se nossa nova linha de base.





Do nosso antigo Chacra Raiz, as raízes do lótus descem fundo nas profundezas aquosas das correntes sutis, entrelaçando suas próprias raízes na Unidade, com as raízes do lótus de outros seres despertos.



A base de nossa flor de lótus está localizada onde o Segundo Chacra costumava estar. Isto simboliza a unificação de nossas popularidades internas. E as pétalas de nosso lótus são superpostas sobre nosso antigo Chacra do Plexo Solar, significando o alinhamento de nossa vontade com o mais puro amor. Isto faz nossos Primeiro, Segundo e Terceiro Chacras alinharem-se irrevogavelmente com o Modelo do Verdadeiro Amor, assinalando a conclusão da divisão ilusória entre o espírito e a matéria.



Uma grande quantidade de pessoas estão preocupadas com o fato de que quando nos movermos para o Invisível, não mais estaremos capacitados a experienciar as alegria da união sexual.



Em vez disso, o que constataremos é que a união sexual não mais estará confinada a nosso corpo físico. Ela se estende por todo trajeto de nosso Eu Estelar. Uma vez experimentado este nível de total união é duro retornar às complicadas e maçantes limitações da velha forma. Fazer amor somente com o corpo físico é como unificar com amor um delicado fragmento de nosso ser. No Modelo do Amor Verdadeiro colocamos em jogo nossos plenos Eus Estelares, fundidos com prévios e inimagináveis níveis de Unidade.



O CORAÇÃO MAIOR: QUARTO CHACRA





Assim que transformamos nossos corações menores em nosso Coração Maior, nosso Chacra Cardíaco se transforma num modelo ainda mais vasto. O Coração Maior pode ser observado além da área onde nosso coração menor costumava estar. Ele é muito, muito maior, assemelhando-se a anéis concêntricos de corolas solares emanando para fora de nosso corpo físico.

(Semelhante à cobertura da Estrela-Nascida.) O centro de nosso

Coração Maior aparece vazio, mas se você olhar de perto descobrirá que ele contém uma gota pura, que é a Essência do Um.



Sempre que duas pessoas que ativaram seus Corações Maiores se

encontram, suas gotas puras se fundem naquilo que é conhecido como o Coração Um.





O OLHO UM: SEXTO CHACRA





No Modelo da Dualidade nosso Terceiro Olho está aberto de maneira a ativar nossos sentidos físicos e despertar nossa intuição.



Isto expande nossas percepções além dos domínios puramente físicos. Contudo, agora vemos que os níveis de consciência que emanam de nosso Terceiro Olho foram limitados.



Quando nos movemos para a Nova Oitava ocorre uma triangulação entre nosso Terceiro Olho e nossos dois olhos físicos. Isto cria um estado de elevada percepção que é denominada a Ativação do Olho Um.



O Olho Um representa o alinhamento entre o Olho Que Tudo Vê de AN e o Olho Que Tudo Vê de Deus. Quando nosso Olho Um está totalmente ativado recebemos acesso direto ao Um. Dessa forma ficamos habilitados a ver e saber sobre tudo. Tudo quenecessitamos fazer é concentrar nossa atenção em uma determinada área e a percepção fluirá livremente.





O YOD: SÉTIMO CHACRA





A mais profunda mudança de todas ocorre em nosso velho Chacra

Coronário. Ele se fundiu com nosso Oitavo e Nono Chacras e se transformou no Yod. Esta penetrante haste de Luz é emanação direta de nossa Estrela do Um. Quando esta é ativada nós nos tornamos Pilares de Luz vivos, respirando em perfeito alinhamento com o Grande Pilar Central. Este espantoso Feixe de Luz transborda em nosso inteiro ser. Ele é a cobertura de nosso Eu Estelar.

Nós agora incorporamos a Realidade Maior em cada molécula, em cada instante eterno do Não-Tempo.





O CHACRA DESAPARECIDO: QUINTO CHACRA



Você pode ter observado que omitimos o Quinto Chacra.

Isto porque suas funções foram assumidas pelos novos chacras.

Agora nos comunicamos com nossos Corações Maiores, alinhados com a compreensão da Unidade emanada de nosso Olho Um.





AS CORRENTES SUTIS





Movendo-nos mais profundamente nas correntes sutis, observamos que nossa área de focalização mudou. Não mais dirigimos nossa atenção em direção aos objetos que estão solidificados na matéria. Em vez disso, nos encontramos olhando além para o que era previamente desconhecido. Um bom exemplo disso é encontrado nas luzes cambiantes que a luz do sol traz paranossas casas. Estas manifestações do Desconhecido assumem uma importância ainda maior em nossas vidas. Mesmo quando estamos dirigindo nossos carros, nós nos sentiremos mais conectados com a faixa de energia através da qual estamos viajando, mais do que as miríades de detalhes pelos quais passamos.



Quando nos tornamos crescentemente cientes destas poderosas energias sutis, as mudanças presentes do Invisível se tornarão visíveis. Não somente estaremos capacitados para vê-las e senti-las, mas encontraremos nossos próprios seres alinhados com elas.



Elas se tornarão uma parte mais predominante de nossa realidade diária. A solidez da matéria física começará a desaparecer. Estaremos capacitados a ver a matéria, mas ela se tornará substancialmente irreal e transparente.

Contrariando o que alguns podem presumir, isto não nos fará sentir

deslocados e desorientados. Antes, isto nos dará um elevado senso da Realidade Maior. Encontra-se um novo senso de serenidade.

Sentiremo-nos mais vivos, mais conectados que nunca.



Nós vemos a fileira da Unidade que une tudo junto sabendo que somos parte integrantes do Um. E começa a nos preencher um ampliado senso de Liberdade e iluminação de ser como nunca anteriormente.



Como traduzimos isto em sensações para nosso corpo físico?



Ainda que não mais nos identifiquemos com a limitada definição de nossos velhos parâmetros, estamos totalmente presentes.



Nossa nova elevada consciência encontra o exterior e abraça a totalidade do Um. Isto significa que nos sentimos mais, não menos.



Há uma profunda sensibilidade em todos que repousam sob as

correntes vibracionais. Isto é totalmente diferente de nossa antiga forma de sensibilidade, que experimentamos durante nosso processo de despertar, quando estávamos muito sensíveis e nervosos quando as energias rompidas estavam presentes. Emlugar disto, agora descobrimos que podemos deslizar suavemente por muitos diferentes níveis de energia sem sermos negativamente afetados por elas, simplesmente nos alinhando com nós mesmos no Modelo da Unidade.



Muito mais pode ser obtido nos reinos sutis com consideravelmente menos esforço. Um simples olhar pode reunir volumes de conhecimentos; histórias inteiras podem ser entendidas num olhar. Um delicado toque de nosso dedo pode curar, tornar poderoso, parar o tempo ou disparar maciças mudanças nos níveis de consciência. Uma profunda revelação ou emoção pode ser instantaneamente sentida por muitos. Tendemos a nos mover mais lentamente, mas obtemos mais sem qualquer esforço. E ficando no coração do Grande Silêncio com acesso direto ao Um, nós compreendemos que deciframos o holograma do Tudo-Conhecedor.



Dessa maneira, não temos nada mais a provar a ninguém e é desnecessário falar, a menos que desejemos.





Lembrem-se: Nós estamos nos tornando muitíssimo maiores.

Nós expandimos as fronteiras de nossas realidades prováveis.

Nós estamos nos movendo para o Sistema do Grande Sol Central.


TRECHO DO LIVRO:11/11 ABERTURA DOS PORTAIS-SOLARA
Fonte: Blog Semeadora de Luz
Extraído de: http://portalarcoiris.ning.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário