atendimentos

BEM-VINDOS!

Orientações, consultas, partilhas e atendimentos: via skype ou presencial.

Para marcar um horário, escrevam para o email fernanda.manzoli@gmail.com

" Todos os tipos de relacionamentos proporcionam transformação, tomada de consciência e crescimento pessoal e espiritual "

Espero você para este sagrado encontro!!

Somos todos UM!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Senhora do Sol
A MENTE DO SEU EU SUPERIOR
por Sheryl Pedersen

Estou trabalhando com um treinador pelas próximas duas semanas para ajudar-me a ultrapassar os bloqueios que ficam entrando no meu caminho de execução do trabalho que me senti chamada para realizar - ajudar os outros a encontrarem seu propósito e viverem a vida nele.



Com o apoio do meu treinador, tive fortes insights nos dois últimos dias.



Esta mensagem que eu recebi hoje da Senhora do Sol é um modo fácil para eu entender um dos meus maiores bloqueios - o medo de fazer isto.

Pensei em compartilhá-la com vocês...



Oi, minha querida,



Não há pressa para fazer qualquer coisa.

Tudo está entrando no lugar na mais perfeita ordem e ritmo.

Só o que está faltando é confiança, fé e aceitação de que tudo está bem.



É bom que você entenda como sua mente faz você sentir tantas coisas e evoca certas experiências. Sua mente é mais poderosa do que você pode imaginar.



Compare sua MENTE com o eu superior e sua mente com o seu ego, de onde você tem operado há tanto tempo. A MENTE é a sua conexão direta com Deus.



Você está conectada com Deus e tem uma linha direta com Deus, como todos deste planeta o têm. Acontece que muita gente não está ciente desta conexão e pensa com a mente do ego somente.



Para se conectar com a MENTE do seu eu superior você precisa aprender a diferenciar entre os pensamentos da MENTE do seu eu superior e os pensamento do seu ego - a mente do ego.



Eles trabalharão junto em harmonia assim que o medo for retirado, assim que você desistir de tentar controlar tudo ao seu redor e aprender a confiar no que as coisas são e na perfeição delas.



A MENTE do seu eu superior conhece a solução perfeita para cada situação e sabe que não há necessidade de temer que qualquer coisa aconteça.



É deste modo que a mente do ego protege você de algum mal acontecer, através da antecipação do que poderia acontecer para que você possa planejar sua segurança.



Sempre que você deixa que a mente do ego esteja no controle, você está no modo de sobrevivência, em constante cuidado por causa de perigo, antecipando o pior, e procurando uma solução para todos os problemas que possam surgir e todos os riscos que podem ser encarados.



Tudo que a mente do ego quer fazer é se sentir bem, segura e sã, que se trata exatamente da sobrevivência. O papel da mente do ego, a última linha, é garantir que você sobreviva.



Alguns de vocês aprenderam a chamar a mente do ego de mente símia, pois, de fato, ela é a parte mais primitiva da sua natureza, programada com todas as habilidades básicas para sobreviver no mundo natural.



Você se mantém alerta a qualquer risco, e faz o que é preciso para evitar qualquer perigo associado a este risco.



Tal como os pensamentos que protegem você do risco se tornam automáticos, a ação associada que você realiza para se manter em segurança também se torna automática.



Vamos ver sua vida atualmente como um exemplo de como sua mente do ego e a sua MENTE do eu superior estão funcionando. Para maior clareza, chamarei sua mente do ego de Henry e sua MENTE do eu superior de George. Certo?



Então, você está tentando montar um negócio e está trabalhando para que você possa fazer o que você realmente quer fazer - seguir sua paixão e não sentir a necessidade de voltar a um emprego que você não quer mais.



É aqui que Henry e George entram.



Henry trata de segurança e proteção. O trabalho dele é garantir que você sobreviva e se sinta bem a maior parte do tempo. Henry vê o mundo ao seu redor cheio de perigo e está constantemente em guarda, monitorando o que está se passando tanto dentro quanto ao redor de você, pronto para proteger no mesmo momento.



Henry vê e ouve que você está fazendo as coisas diferentemente do que você costumava fazer. Você quer tentar fazer coisas novas e isto deixa Henry nervoso. Ele está bem preparado para lidar com os perigos que ele conhece. Ele tem um plano automático de ação para pôr em prática com esses riscos conhecidos.



Exemplo: se você fosse dar um passeio na mata onde você sabe que há ursos, Henry estaria em guarda o tempo todo, prestando atenção, observando qualquer sinal de perigo. Se você visse um urso, Henry teria um plano. O plano dele seria ir para a segurança o mais depressa possível. A família de Henry lhe ensinou a fugir do urso, e sua experiência lhe mostrou que se ele fugir do urso, nada de mal pode lhe acontecer. Ele está seguro.



Ele tem uma resposta automática programada para um urso que ele veja quando estiver passeando na mata, e ele se sente seguro sabendo o que fazer se isso acontecer.



Mas imagine que Henry está passeando na mata e ele vê uma criatura que ele nunca viu. A criatura urra e parece feroz e ele sente medo quando a vê. Ele se sente em risco e procura em seu banco de dados no arquivo sobre criaturas, mas ele não consegue encontrar essa que ele nunca viu. Ele se sente em risco, mas não tem um plano de como lidar com esse tipo de criatura.



Ele então automaticamente faz o que ele faria com uma criatura como o urso. Ele sente o mesmo sentimento - medo, e ele automaticamente faz o que ele tem programado e que aprendeu a fazer com um urso - ele corre para o outro lado para encontrar segurança.



O que ele não sabe é que aquela criatura está presa em uma armadilha e precisa de ajuda. Sua reação automática de fugir impede que ele tenha essa consciência. A criatura está ferida e pedindo por ajuda. Ela na verdade é uma criatura mansa e com o potencial de ser uma grande companheira para Henry, mas ele não arrisca descobrir isso. Seu medo de algo similar desengatilhou sua reação automática e ele simplesmente fugiu.



O que tem acontecido a você é semelhante a isso.



Você está encarando uma criatura desconhecida, neste caso trabalhando por conta própria. Você está fazendo coisas novas e Henry está se sentindo bastante nervoso. Ele já lidou com situações profissionais antes e ele aprendeu que quando a situação é ruim, é melhor para ele fugir - abandonar o trabalho.



Henry está familiarizado com trabalhar para outra pessoa e tem um plano para pôr em ação quando fica assustador, mas ele não está familiarizado com este tipo de situação. Ela é nova e ele não tem um plano automático de ação para ficar seguro, então ele compara com o que ele sabe e que é fugir, tornando difícil para você fazer as coisas. Fazer o novo é muito arriscado para ele e ele simplesmente está tentando manter você segura.



Agora vamos falar do George.

George vê a situação de uma perspectiva diferente. O trabalho dele não é manter você segura, tal como Henry faz, mas o trabalho dele é ajudar você a tornar a sua vida tão maravilhosa e divertida quanto ela pode realmente ser.



George tem uma linha direta de comunicação com os guias e anjos com quem você trabalha e com a Fonte, que você normalmente chama de Deus. George sabe que você está segura. Ele nunca questiona essa verdade. Ele sabe o que você veio aqui fazer e sabe exatamente o que você pode fazer para criar o tipo de vida que você quer viver. George pode ver o futuro potencial de como sua vida pode ser.



George não tem medo, simplesmente por saber que tudo está perfeito do modo que está, que você está no caminho certo, que você tem tudo que precisa e que não há NADA o que temer.



Então, o que está acontecendo é que George quer que você siga em frente, que tente fazer coisas novas, que se jogue no mundo e comece a fazer as coisas que resultarão no estilo de vida que você gostaria de ter, trabalhando em casa e tendo tempo para fazer todas as outras coisas que lhe dão prazer. George sabe sem sombra de dúvidas que você não está em risco - NENHUM risco.



Henry não está convencido disto.



Ele ouve George lhe dizer isto, mas ele acredita pelas coisas que ele aprendeu com o correr dos anos, que qualquer coisa nova tem o potencial de ser perigosa e que o trabalho dele é manter você segura. E sempre que Henry sente insegurança, ele entra na ação automática de proteção, ele faz o que já funcionou antes para eliminar o risco e assim ele sabe que você estará segura. Ele está fazendo o que ele aprendeu fazer e não está aberto para aprender novas maneiras de fazer as coisas.



Então, o trabalho de George agora é ensinar a Henry que ele pode fazer novas coisas E estar seguro. O melhor jeito para ele aprender é você seguir a orientação de George para continuar e ficar lembrando Henry de que ele está seguro, de que não há perigo e de que o passado não se repetirá, pois ele NÃO PODE se repetir. Não há qualquer chance da mesma coisa acontecer.



Vai levar um tempo para Henry entender que ele realmente está seguro neste novo ambiente, fazendo coisas novas. Ele se manterá em guarda até ele estar convencido de que isto é verdade. Ele continuará lembrando você para ter cuidado. Ele simplesmente está fazendo o trabalho dele.



Finalmente ele irá acreditar no que George está tentando dizer a ele, que é hora de se aposentar e deixar George assumir.



O que você pode fazer é prestar atenção em Henry e ficar sempre dizendo a ele que está tudo certo fazer as coisas que não familiares, que o passado não pode se repetir e que tudo que poderia ser parecido com um urso, não é necessariamente um urso, mas pode ser um bom companheiro disfarçado.



Você pode aprender a ignorar o medo de Henry e não permitir que ele faça o que é automático - fugir. E com o tempo ele saberá que ele está vivendo em um mundo diferente - um mundo que é seguro e até agradável.



Você pode simplesmente fazer o que George vive motivando você a fazer, mesmo que surjam sentimentos desconfortáveis, pois esses sentimentos provêm de Henry, seu protetor que está para se aposentar.



Então, simplesmente continue pondo um pé na frente do outro, faça o que seu coração, seu eu superior, seu eu divino sabe que é certo para você.



Aprenda a deixar George ser seu guia e veja o que começa a acontecer.



Bênção, minha querida.

Eu amo você - MUITO!



fonte: http://spiritspeaksblog.wordpress.com/



Tradução: SINTESE

http://blogsintese.blogspot.com/



Respeite os créditos

Poderá também gostar de:

Nenhum comentário:

Postar um comentário