atendimentos

BEM-VINDOS!

Orientações, consultas, partilhas e atendimentos: via skype ou presencial.

Para marcar um horário, escrevam para o email fernanda.manzoli@gmail.com

" Todos os tipos de relacionamentos proporcionam transformação, tomada de consciência e crescimento pessoal e espiritual "

Espero você para este sagrado encontro!!

Somos todos UM!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Presentes de Anthar





Anthar, estou com medo...

Tenho ouvido esta frase mais vezes do que gostaria. E hoje resolvi encarar a possibilidade de uma resposta, de uma explicação, ou de uma orientação a respeito desse assunto.

Medo...

Não nascemos com ele. Aprendemos a ter medo ao longo da vida neste mundo 3D. E se aprendemos é porque alguém nos ensinou, concordam? Já descobri também que não adianta muito só sabermos ‘quem’ foi , ou ‘quais' foram as pessoas que nos ensinaram a ter medo, isso porque elas também foram educadas com medo pelos seus antecessores. O encadeamento da ‘responsabilidade’ por está corrosiva postura diante da vida pode remontar a séculos, ou milênios, atrás. Por isso não me ocupo muito em estabelecer os responsáveis pela aprendizagem do medo. Não hoje, nem agora e nem aqui.

O que me importa é ajudar as pessoas a perdê-lo. E logo vem a questão: como perder o medo, se ele é uma ilusão, algo que não existe? O medo só parece real. Como lidar com a aparência das coisas ?

Acompanhe: o protótipo do SH atual é composto de 3 partes já aprovadas pelo ‘controle de qualidade’ das esferas superiores: corpo físico, corpo emocional e corpo mental. Acho que ninguém nega que, hoje em dia, o SH age (corpo físico) sente (corpo emocional) e pensa (corpo mental). Na constituição desses corpos básicos houve uma seqüência natural e interdependente, ou seja: após a criação do corpo físico, criou-se o emocional, que tinha certa ‘ascendência’ sobre o primeiro. Isso já foi até admitido pela medicina de vocês: muitas doenças que aparecem no corpo físico têm causas emocionais. Logo após a acoplagem do corpo emocional houve a ‘inserção’ do corpo mental, possibilitando ao SH, pensar. A interdependência continuou...*

OK. Assim, talvez fique fácil perceberem que o SH pensa algo, que produz uma emoção, que por sua vez provoca uma ação.

Um jeito simples de explicar que o medo (emoção) depende dos pensamentos do SH, e que ao mudar os seus pensamentos (crenças) ele pode descriar emoções tais como o medo. Ou qualquer outra emoção indesejável. Você é capaz de mudar de opinião? Então...

Quando a emoção do medo foi ‘ensinada’ ao SH ele ainda não possuía um corpo mental robusto e forte. Ilustrando: considere a educação que é dada a uma criança pequena: ela não sabe ‘pensar’ e apenas ‘reage’ ás estimulações que o meio familiar/social lhe oferece.

E vai crescendo em cima disso...Triste, mas verdade.

Mais à frente, ela vai aprendendo a pensar, mas seu corpo emocional pode já estar ‘corrompido’. Isso vai dificultando as coisas, percebem?

E ela continua crescendo em cima disso. Lamentável, mas verdade.

Aí, um dia ela pensa: “mas que droga, como posso me livrar desse medo idiota que eu tenho?”

Bem, é só lembrar a interdependência natural dos corpos básicos: a emoção está subordinada aos pensamentos! Mude sua maneira de pensar e vá corroendo o medo até ele desaparecer. Não permitam que aconteça o inverso: o medo corroendo vocês até seus corpos físicos morrerem de medo de fazer algo!

E aí o medo desaparece. De verdade.
Simples de entender e fácil de fazer...
Não compliquem.
E não desistam.

Anthar
 
*Nota: o SH , na sua evolução, está desenvolvendo o seu corpo espiritual. Daí o fato de nem todos conseguirem ativá-lo corretamente para a eliminação do medo. Quando souberem (ou aqueles que já sabem) conseguirão fazê-lo num piscar de olhos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário